20/01 Dia Nacional do Fusca

Dia 20 de janeiro, dia Nacional do queridinho do Brasil: o Sr. Fusca!

Os adoradores do Fusca comemoram nesta quinta-feira (20) o Dia Nacional do modelo. A data foi criada pela própria Volkswagen na década de 80 e faz parte do calendário oficial de eventos da Prefeitura de São Paulo desde 1996, ano em que o Fusca deixou de ser fabricado pela segunda vez.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O carro se tornou popular pela praticidade e fácil manutenção, o que resultou em preço baixo, tanto para a sua aquisição quanto para a manutenção. Por isso, ele conquistou o título de o carro mais vendido no mundo, com 21 milhões de unidades comercializadas nos 75 anos de existência. Somente no Brasil, o compacto foi líder de mercado por 24 anos seguidos e vendeu 3,1 milhões de unidades.

Encontro na fábrica da VW
Para comemorar a data, a Volkswagen abrirá as portas da fábrica para exposição organizada pelo Fusca Clube do Brasil. O evento acontecerá neste domingo (23), a partir das 9h, no quilômetro 23,5 da Rodovia Anchieta, em São Bernardo do Campo (Portaria 1).

“Já fizemos mais de dez exposições como esta na fábrica da Volkswagen. A primeira foi em 1988, quando a data comemorativa foi criada”, destaca o diretor presidente do Fusca Clube do Brasil, Roney Celso Iannone. Segundo ele, haverá exposição de diversos Fusca, Brasília e Kombi restaurados, além de barracas para a venda de peças e acessórios.

Para a entrada é solicitada a doação de 2 kg de alimentos não perecíveis, que serão encaminhados para as vítimas das chuvas que atingiram a região serrana do Rio de Janeiro. “Esperamos mais de 1 mil pessoas”, ressalta Iannone.

Breve histórico:

O Fusca – apelido dado ao Volkswagen Sedan pelos brasileiros – chegou ao Brasil em 1961. Os carros vinham da Alemanha em kits totalmente desmontados e eram montados pela Brasmotor em um galpão alugado no bairro do Ipiranga, em São Paulo.

Em novembro de 1959, a produção do modelo passou oficialmente para as mãos da Volkswagen, que ergueu uma fábrica na cidade de São Bernardo do Campo (SP) apenas para a construção do veículo.

O carro não demorou para assumir a liderança no país e ganhou popularidade, sendo o primeiro carro de muitos brasileiros. Ao longo de suas quase três décadas de existência, o Fusca deu origem a vários outros projetos que utilizavam sua mecânica.

Foram os casos do cupê TL, do sedã VW 1600 (conhecido como “Zé do Caixão”) e da Brasília, além da perua Kombi. Vários automóveis fora-de-série, como alguns modelos da Gurgel e os esportivos da Puma, também aproveitaram os propulsores a ar da VW.

O “besouro” permaneceu em linha até 1986, quando foi substituído pelo Gol, um projeto desenvolvido no Brasil. Mas em 1993,o então Presidente da República Itamar Franco quis incentivar a compra de carros populares e pediu para que a VW ressuscitasse o Fusca. O carro foi fabricado até 1996, totalizando mais de 3 milhões de unidades vendidas ao longo de sua existência.

Em 1999, a Volkswagen decidiu aproveitar o carisma do Fusca e lançou o New Beetle, uma versão completamente diferente do antigo Sedan em termos de tecnologia, luxo e modernidade do projeto. Em comum, ambos têm apenas o sentimento de nostalgia e o design inconfundível de formas arredondadas.

Parabéns ao Fusca!

Always, VW.

*fontes: Quatro Rodas e Autoesporte / foto: Volkspage.nett

 

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s