Volkswagen supera a marca de 1,5 milhão de Fox produzidos no País

01_1mio-e-meio-Fox_22-01-13

A comemoração do marco histórico de 1,5 milhão de unidades de Fox produzidas no Brasil contou com a presença de executivos e colaboradores da fábrica

  • Desde a sua inauguração, unidade de São José dos Pinhais produziu mais de 2,1 milhões de veículos para os mercados interno e externo; fábrica produz atualmente os modelos Fox, CrossFox, SpaceFox e Golf
  • O Fox é o segundo modelo mais produzido e comercializado pela Volkswagen no País, atrás apenas do Gol. Em 2012, foram comercializadas 167.710 unidades do modelo no País, um crescimento de 38% em relação a 2011
  • Fox é o segundo modelo mais exportado pela Volkswagen do Brasil, totalizando quase 420 mil unidades enviadas para 62 países

A unidade da Volkswagen do Brasil em São José dos Pinhais, na Grande Curitiba (PR), uma das mais modernas fábricas do Grupo Volkswagen, acaba de superar a marca de 1,5 milhão de Fox produzidos no País, no mês em que completou 14 anos. O recorde foi representado pelo Fox 1.6l Prime, que oferece até 104 cv, na cor vermelha, fabricado na unidade, e comemorado hoje (22/2) por meio de um evento interno com todos os colaboradores dos três turnos para apresentar as principais conquistas. Desde a sua inauguração, em 18 de janeiro de 1999, o complexo industrial produziu mais de 2,1 milhões de veículos para os mercados interno e externo e, atualmente, gera mais de 10 mil empregos diretos e indiretos, sendo referência em qualidade para o setor automotivo.

Este slideshow necessita de JavaScript.


Hoje, o Fox é o segundo modelo da marca mais produzido e comercializado no País, atrás apenas do novo Gol. Em 2012, foram comercializadas 167.710 unidades do modelo no mercado brasileiro, um crescimento de 38% em relação a 2011. O Fox é também o segundo veículo mais exportado pela Volkswagen do Brasil, totalizando quase 420 mil unidades enviadas para 62 países em seus 10 anos de história.

“Nossas conquistas são resultado da dedicação, do comprometimento e da paixão de todos os colaboradores da fábrica de São José dos Pinhais. Atingir o marco histórico de produção nos orgulha e reforça o compromisso da Volkswagen do Brasil em contribuir com a transformação econômica do País, gerando empregos e renda, e de ser referência em qualidade e inovação no desenvolvimento e na produção de veículos”, declara o diretor da fábrica da Volkswagen em São José dos Pinhais, Volker Germann.

Comprometida com o desenvolvimento dos seus colaboradores, por meio de programas de qualificação, a unidade acaba de inaugurar um moderno centro de capacitação profissional na área da Pintura para treinamentos corporativos permanentes, seguindo conceitos e diretrizes do Grupo Volkswagen. O espaço recém-inaugurado terá, ao final de toda a fase de implementação, cerca de 780 m² e contará com uma infraestrutura completa, reproduzindo os mesmos recursos da linha de produção para a execução das principais atividades (aplicação de PVC, lixamento, polimento e pintura da carroceria). Todos os colaboradores da área serão atualizados ou aperfeiçoados para desenvolver suas funções com conceitos renovados de ergonomia, qualidade e segurança. Os treinamentos na fábrica do Paraná estão começando neste mês de janeiro e compreendem diversos exercícios práticos e integrados ao processo produtivo.

Produção

A fábrica de São José dos Pinhais foi inaugurada em 18 de janeiro de 1999, dando início no mesmo ano à produção do Volkswagen Golf e do Audi A3. Em 2001, a unidade foi responsável pela produção do melhor Audi A3 do Grupo Mundial. Atualmente, a fábrica paranaense produz exclusivamente veículos Volkswagen: Fox, Fox BlueMotion, CrossFox, SpaceFox e Golf, com capacidade de produção de 870 veículos/dia. A cada dois minutos, um novo veículo Volkswagen é concluído na linha de produção.

Além de atender ao mercado interno, a unidade já exportou mais de 707 mil veículos para países da América do Norte, América do Sul, África e Europa. Hoje, a fábrica exporta para quase todos os países da América do Sul (Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela), países da América Central (Costa Rica, Guatemala, Honduras e Panamá) e da América do Norte (México), além de algumas ilhas do Caribe (Ilhas Cayman, Curaçao e São Bartolomeu).

A unidade de São José dos Pinhais inicia 2013 como a primeira fábrica da marca no Brasil a produzir 100% dos veículos destinados ao mercado interno equipados com airbags frontais e freios ABS como equipamento de série, atendendo com antecedência à solicitação da legislação brasileira. Atualmente, os equipamentos estão presentes em todas as versões dos modelos Fox, CrossFox, SpaceFox e Golf.

Fox

Sucesso de vendas e de satisfação de clientes, o modelo Fox foi inteiramente desenvolvido pelas equipes de Engenharia da Volkswagen do Brasil, inaugurando no País o conceito “Design Around the Passengers” (desenvolvido ao redor dos passageiros), proporcionando o melhor espaço interno, conforto e funcionalidade.

O Fox surgiu em outubro de 2003 contrariando conceitos estabelecidos, como o de que carros pequenos tinham que ter necessariamente pouco espaço interno. Ele introduziu no Brasil a arquitetura high roof (teto alto), que privilegia a altura elevada em relação aos outros veículos, posicionando os ocupantes de forma a garantir melhor visibilidade e proporcionando maior espaço interno. A boa acolhida do Fox pelo mercado criou uma nova tendência no segmento de carros compactos. Nunca, antes do Fox, um carro pequeno por fora ofereceu tanto espaço por dentro para o transporte da família, com versatilidade para a acomodação de carga.

Evolução

O Fox está em sua segunda geração, cujo desenvolvimento foi baseado em uma extensa pesquisa sobre os desejos e necessidades dos consumidores, proprietários ou não do Fox original. As áreas de Engenharia e Design da Volkswagen do Brasil dedicaram ao projeto mais de 450 mil horas de trabalho. Para atingir os elevados padrões de qualidade e tecnologia adotados pela marca, essa equipe, que incluiu também os representantes das áreas de Qualidade e de Produção, realizou desde testes simulados em computadores a exaustivos ensaios em laboratórios e mais de um milhão de quilômetros de rodagem em pistas de testes, ruas e estradas do Brasil e no exterior.

O Novo Fox utiliza os motores Volkswagen 1.0l TEC (de até 76 cv) e 1.6l (de até 104 cv), com tecnologia flex. O modelo está disponível nas versões 1.0, com duas ou quatro portas, 1.6 (quatro portas) e Prime (quatro portas), e BlueMotion, com duas ou quatro portas. Na linha 2013, o Fox passou a contar com motor 1.0l TEC, que foi desenvolvido com base no conceito BlueMotion Technologies para o Novo Gol e o Novo Voyage. O bom resultado apoiou a decisão de estendê-lo para outras versões. No Fox, o benefício de economia de combustível chega a até 3%, em relação ao motor 1.0l VHT (conforme norma NBR 7024).

Fox BlueMotion

03_1mio-e-meio-Fox_22-01-13

O portfólio de modelos com o Conceito BlueMotion Technologies também foi ampliado com a chegada do Fox BlueMotion, em abril de 2012, e do Novo Gol e do Novo Voyage na versão BlueMotion, em julho do mesmo ano. Com o lançamento dos modelos, que proporcionam maior eficiência energética e índices reduzidos de emissões, a Volkswagen se consolida como a marca a oferecer o maior número de opções de produtos com essa proposta, que se juntam ao Polo BlueMotion, lançado em 2009, e ao Gol G4 Ecomotion, em 2010. Modelos diferentes, de segmentos distintos, com o mesmo propósito: a mobilidade sustentável.

O Fox BlueMotion 1.6 é facilmente identificável por sua grade com aberturas mais estreitas. A abertura dianteira inferior também é diferente da usada nas versões “normais” do Fox. Essas alterações são apenas as mais aparentes dentre um extenso trabalho de engenharia, que inclui a adoção de um novo radiador e um estudo detalhado do fluxo de ar dentro do capô do carro em movimento, para que a refrigeração do motor não fosse comprometida.

A aerodinâmica também foi levada em conta no design das calotas exclusivas do Fox BlueMotion. As caixas de rodas traseiras também ganharam defletores, para diminuir a turbulência do ar. A área frontal, que é determinante no desempenho aerodinâmico, foi reduzida de 2.170 cm² para 2.160 cm² devido à altura menor do perfil dos pneus e o coeficiente de forma (Cx) diminuiu de 0,353 para 0,330.

O Fox BlueMotion utiliza o motor EA111 da Volkswagen, com nova calibração que harmoniza seu desempenho com as mudanças na transmissão, que foi alongada. Desta forma, o motor trabalha em rotações mais baixas às mesmas velocidades, com consequente redução de consumo e emissões. A economia e o desempenho mais limpo, porém, não comprometem o comportamento dinâmico: o Fox BlueMotion vai de 0 a 100 km/h em 10,3 segundos – abastecido com etanol (E100) – e tem velocidade máxima de 185 km/h – números comparáveis aos das versões tradicionais.

Um fator importante na eficiência global do Fox BlueMotion é a resistência ao rolamento 23% menor, graças tanto às melhorias aerodinâmicas como ao uso de pneus “verdes”, contendo maior índice de sílica e com menor resistência ao rolamento.

Principais reconhecimentos da fábrica

05-fachada_sjP_2013

A Volkswagen do Brasil em São José dos Pinhais recebeu reconhecimentos importantes nesta trajetória. Em 2012, a fábrica conquistou o prêmio “Top of Mind Paraná 2012”, realizado pela Revista Amanhã e pelo instituto de pesquisas Bonilha, como a montadora de veículos e a marca de automóveis mais lembradas pelos consumidores do Paraná. A Volkswagen obteve 20,5% das menções na categoria “Automóvel” e 20,3% na categoria “Montadora do Paraná”.

Pela 3ª vez, a unidade recebeu o Troféu Onda Verde no Prêmio Expressão de Ecologia, da Editora Expressão, certificado pelo Ministério do Meio Ambiente como um dos mais importantes prêmios ambientais do Sul do País. A empresa foi premiada na categoria “Conservação de Insumos de Produção – Energia” com as ações implementadas para reduzir o consumo de energia, sendo a única montadora de veículos entre as empresas vencedoras. Em 2009, a fábrica foi a vencedora por seu projeto de reflorestamento, por meio do qual realizou o plantio de mais 100 mil mudas de espécies nativas desde 1999, ano de sua inauguração. Em 2002, a fábrica também recebeu o troféu pelo uso de tinta à base de água na pintura de automóveis, de forma pioneira, evitando a emissão de solventes.

A Volkswagen de São José dos Pinhais também recebeu, em 2012, o 12º Prêmio Empresa Cidadã, realizado pela organização Pequeno Cotolengo Paranaense, de Curitiba, para reconhecer instituições que apoiam seus projetos e ações sociais. A unidade foi reconhecida ainda com o Prêmio dos 100 Maiores Contribuintes do ICMS do Paraná, ficando entre as empresas mais bem colocadas no ranking, em cerimônia promovida pela Federação do Comércio e Jornal Indústria & Comércio. Regionalmente, a Volkswagen também foi apontada como a melhor “Montadora de Veículos” da região sul do País, no Projeto Reputação Corporativa, realizado pela Revista Amanhã, em parceria com o Grupo Troiano de Branding. A pesquisa ouviu mais de 3,4 mil moradores dos Estados do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Layout inovador

A unidade apresenta um layout pioneiro no Grupo Volkswagen, com o objetivo de integrar todas as áreas e o fluxo de informações, favorecendo a melhoria contínua da qualidade. As áreas de Armação, Pintura e Montagem Final convergem para o Centro de Comunicação, um prédio triangular onde estão concentrados escritórios administrativos, jardins de inverno, cafeteria, agência bancária, restaurantes e áreas de avaliação da qualidade do produto. O complexo foi projetado para que, em apenas cinco minutos, seja possível ir de uma área a outra. A unidade possui ainda um sistema de logística avançado, com 15 fornecedores instalados dentro do terreno, formando o Parque Industrial de Curitiba (PIC).

Gestão ambiental

A fábrica se destaca ainda por utilizar tecnologia avançada em todo o seu processo de produção, como a solda a laser e a tinta à base de água na pintura de automóveis, evitando a emissão de solventes. Certificada pela ISO 14001, norma mundial que atesta a boa gestão ambiental das organizações, a unidade possui um avançado processo de tratamento de efluentes, que trata os esgotos convencionais e industriais. Conta também com um sistema de monitoramento ambiental que controla a qualidade do ar e das águas.

O reflorestamento da mata nativa é uma das práticas sustentáveis permanentes visando a preservação ambiental. O viveiro dentro do terreno da fábrica produz 10 mil mudas por ano. Mais de 100 mil mudas de espécies nativas foram plantadas desde a inauguração da unidade. Em 2011, foi realizado o plantio de mais de 800 mudas de várias espécies nativas em parceria com a Câmara Americana de Comércio – Amcham.

Como forma de incentivar a cultura da sustentabilidade ambiental, a unidade inaugurou em 2012 um percurso diferente para receber a visita do público externo à fábrica: o “Caminho da Sustentabilidade”. Os visitantes têm a oportunidade de conferir de perto a alta tecnologia da empresa na fabricação de um veículo e as principais ações que resultam em maior eficiência energética e ambiental. O “Caminho da Sustentabilidade” consiste na visita pelas áreas produtivas (Estamparia, Armação, Pintura e Montagem Final) e pela área externa (viveiro, estação de tratamento de efluentes e ponto de recarga de água pluvial), para visualizar a inovação dos processos produtivos da Volkswagen, aliada às melhores práticas de conservação dos recursos naturais.

Diversas ações são desenvolvidas pela unidade para garantir que os recursos naturais sejam utilizados com eficiência. Nos escritórios e nas áreas produtivas, um dos destaques é o uso da iluminação natural em grande escala, o que contribui para a redução do consumo de energia e para a melhoria do conforto visual e do bem-estar dos colaboradores. A unidade de São José dos Pinhais já nasceu com o conceito de escritórios com base na gestão sustentável, privilegiando a luz natural. Os dois jardins internos, cercados de vidro, propiciam um ambiente de trabalho agradável e remetem ao respeito à natureza. A ampliação do uso de telhas de policarbonato transparentes nas áreas produtivas intensificou a incidência da iluminação natural.

Na Estamparia, que tem capacidade para estampar 9 mil peças metálicas por dia, uma das práticas divulgadas no “Caminho da Sustentabilidade” é o desligamento automático do motor principal da prensa, responsável por estampar as peças, após cinco minutos de parada do equipamento, reduzindo o consumo de energia. Na Montagem, o percurso divulga um dos exemplos de proteção aos recursos hídricos. A água utilizada nos testes de estanqueidade, para assegurar a qualidade da vedação dos veículos, é recirculada após a sua recuperação e filtragem. A fábrica também possui um sistema de captação e utilização de água pluvial.

A madeira das embalagens de peças usadas na linha de produção também tem destino sustentável e é destaque no “Caminho da Sustentabilidade”. Uma parte do material volta para a indústria de madeira, que o reutiliza como embalagem ou insumo para construção civil. Outra parte da madeira é transformada em peças de artesanato diferenciadas, móveis e brinquedos ecologicamente corretos, como casa de bonecas, pelas mãos de artesãos do Paraná e de Santa Catarina. Assim, além de trazer benefícios ao meio ambiente, o material reciclado da fábrica gera renda para muitas pessoas.

Empresa comprometida

O comprometimento com a comunidade é fortalecido com inúmeras ações sociais. Neste ano, o projeto da Fundação Volkswagen “Costurando o Futuro” será implementado em São José dos Pinhais, em parceria com a Secretaria Municipal de Trabalho e Emprego, oferecendo capacitação profissional em corte, costura e empreendedorismo a 40 moradoras de uma comunidade vizinha à fábrica. Além do foco social e econômico, impulsionando a geração de trabalho e renda na comunidade, o “Costurando o Futuro” tem atuação ambiental, reduzindo o descarte de tecidos em aterros.

Nas oficinas, as participantes transformarão em objetos, como bolsas e acessórios, tecidos automotivos que seriam descartados pela Volkswagen do Brasil. O projeto também receberá tecido excedente da marca de camisas Dudalina, que fornecerá o material por meio de seu Instituto Adelina.

Também por meio da Fundação Volkswagen, em parceria com a prefeitura do município, a empresa realizou em 2012 o projeto “Entre na Roda”, cujo objetivo foi formar educadores do Ensino Fundamental da rede pública para estimular o gosto pela leitura na escola e desenvolver as capacidades leitoras de crianças, beneficiando cerca de 3.600 alunos da rede pública. Cada instituição de ensino participante recebeu um baú de livros com 100 títulos cada para desenvolver as atividades.

Destaque também para o concurso “Volkswagen na Comunidade” que oferece todos os anos prêmio em dinheiro e curso de gestão aos melhores projetos sociais indicados pelos funcionários da Volkswagen do Brasil, nos quais atuam com trabalho voluntário. As organizações vencedoras concorrem ainda, no ano seguinte, ao “Prêmio de Sustentabilidade”, no mesmo valor em dinheiro, entregue àquela que melhor geriu os recursos, otimizando e ampliando os resultados. Em 2012, a instituição paranaense Pequeno Cotolengo foi uma das vencedoras.

A empresa foi a patrocinadora oficial do Festival de Natal de São José dos Pinhais pelo segundo ano consecutivo e possui uma biblioteca dentro da fábrica com acervo de mais de 2,5 mil títulos que atende a todos os colaboradores e seus familiares.

Com a proposta de incentivar e despertar a atenção da comunidade para a prática de atividade física, a Volkswagen do Brasil promoveu a 4ª Corrida e Caminhada 6k pela Saúde da Criança em 2 de dezembro de 2012, na fábrica de São José dos Pinhais, com a participação de cerca de mil pessoas, entre atletas profissionais, colaboradores, familiares e integrantes da comunidade em geral. O evento contou com diversas atividades relacionadas aos cuidados com a saúde da criança e ofereceu serviços como teste de glicemia e aferição de pressão arterial.

Fatos marcantes da fábrica de São José dos Pinhais

1999: Inauguração da fábrica em São José dos Pinhais

2003: Lançamento do Fox

2005: Lançamento do CrossFox

2007: Lançamento do Novo Golf

2009: Nova Geração do Fox e CrossFox

2010: Unidade comemora 1 milhão de Fox produzidos

2011: Unidade comemora 500 mil Golf produzidos e inicia a produção do SpaceFox

2012: Lançamento do Fox BlueMotion e unidade comemora 2 milhões de veículos produzidos

2013: Unidade comemora 1,5 milhão de Fox produzidos

Unidade de São José dos Pinhais em números:

2,1 milhões de veículos produzidos desde a inauguração (Volkswagen Fox, Crossfox, Spacefox, Golf e Saveiro e Audi A3)

1,5 milhão Fox

500 mil Golf

1 novo veículo Volkswagen é concluído a cada 2 minutos

420 mil unidades exportadas para 62 países

*fonte: Volkswagen do Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s